Leia antes de Baixar

Estamos hospedando nossos arquivos no 4shared, caso tenha alguma dificuldade para fazer o download é por que o 4shared só libera o download se o usuário fizer login, então é só fazer o login com algum e-mail, conta de facebook ou twitter, então o download será liberado.

22 de fevereiro de 2012

Missão de Pesquisas Folclóricas, Música Tradicional do Norte e Nordeste: Volume 1 ao 6



Uma descrição completa dessa coleção sobre a Missão, com fotos e textos, pode ser encontrada em no site do SESC-SP. Clique Aqui .

VIAGEM PESSOAL E MISSÃO INSTITUCIONAL
Em 1938, quando o Departamento de Cultura financiou a Missão de Pesquisas Folclóricas, Mário de Andrade deparava-se com o dilema da modernidade: ao mesmo tempo que as manifestações populares corriam o risco de desaparecer com a crescente urbanização do país, o avanço tecnológico da época proporcionava meios de capturá-las em discos, fotografias e filmes.Nesse jogo ambíguo, entre a ameaça de destruição do fato e a construção de referências, o projeto adquiria um caráter urgente. O interesse pela cultura nacional levou Mário a viajar ao Norte e Nordeste do país na década de 1920. Anotada no livro póstumo Turista Aprendiz, a aventura existencial e intelectual marcou sua trajetória como pesquisador de campo e o convenceu da necessidade de deslocar-se ao Brasil profundo, a lugares onde nossas tradições culturais ainda não teriam sucumbido ao peso da industrialização. Repetindo, em linhas gerais, o trajeto empreendido pelo escritor nessas viagens etnográficas, a Missão foi, sob muitos aspectos, a institucionalização de uma experiência pessoal. Formada por Luís Saia, Martin Braunwieser, Benedicto Pacheco e Antônio Ladeira, a caravana deixou São Paulo em fevereiro de 1938 rumo ao Ceará, Pernambuco, Paraíba, Piauí, Maranhão e Pará.Um revés político, ocasionado pelo Estado Novo e a chegada de Prestes Maia ao poder municipal, encurtou a permanência de Mário no Departamento de Cultura. Ainda assim, a Missão conseguiu concretizar sua primeira etapa: a partir dos cadernos de campo, imagens, músicas e dos inúmeros objetos recolhidos revelava-se um fragmentário, porém significativo, panorama do folclore nacional.A organização e difusão do material não lograram o mesmo sucesso. Os esforços, nesse sentido, estiveram restritos, durante anos, ao trabalho solitário de Oneyda Alvarenga, primeira diretora da Discoteca Pública, que sem o respaldo da Prefeitura empenhou sua vida para que o acervo fosse preservado.O lançamento desta caixa de discos não pretende retomar o projeto de Mário de Andrade, datado dos anos 1920 e 1930, época em que São Paulo ainda se preocupava em lançar um olhar sobre a questão nacional, debruçando-se para além de suas fronteiras políticas e culturais. Ao trazer a público uma seleção dos registros fonográficos da Missão de Pesquisas Folclóricas, o objetivo da Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com o SESC-SP, é reiterar a profunda dimensão desse acervo, parte fundamental da cultura material do povo brasileiro.
Carlos Augusto Calil,Secretário Municipal de Cultura. [FONTE: SESC-SP]

Cd 1: Pernambuco  Download


Cd 2: Paraíba  Download









Cd 3: Paraíba  Download


Cd 4: Paraíba  Download








Cd 5: Paraíba e Maranhão Download



cd 6: Pará e Minas Gerais Download






Nota: Para quem quer conhecer e/ou aprofundar o conhecimento sobre as raízes de nossa cultura esse trabalho é algo que não deve faltar, falando de Paraíba o trabalho traz áudios únicos de cantadores de coco, caboclinhos, cantadores de Viola, Aboios, Bumba-meu-Boi, canto de pedinte, modinha, Reis do Congo, Cabaçal, Reisado, Chula, Nau Catarineta, Carregadores de pedra, Catimbó, etc. tudo isso gravado por Mário de Andrade em sua missão na década de 1930, um trabalho ÚNICO!!!!

3 comentários:

  1. Jóia rara esta. Parabéns pelo trabalho. Fiquei fã.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado por disponibilizar este tesouro. Parabéns!!

    ResponderExcluir
  3. Material retirado do finado viladepatos. Grato por repostar.

    ResponderExcluir